• ​As próteses dentárias substituem dentes perdidos e podem modificar o formato e tamanho de dentes naturais.

Saiba mais sobre prótese dentária:

Próteses dentárias são dispositivos artificiais usados para substituir dentes perdidos ou danificados. As próteses são grandes aliadas para melhorar a mastigação, a fala e a aparência do sorriso e do rosto como um todo.

Os principais tipos de prótese dentária são, basicamente, os listados a seguir:   

 

A) Prótese Dentária Fixa:    Prótese dentária fixa, como o próprio nome sugere, é a prótese dentária feita para não ser removida da boca pelo usuário. Ela é confeccionada de modo a ficar permanentemente fixada e, para tanto, são utilizados cimentos odontológicos especiais. As próteses dentárias que utilizam esses cimentos só podem ser removidas pelo dentista, com o auxílio de brocas e outros instrumentais específicos. São exemplos de prótese dentária fixa: coroas unitárias (como dentes de porcelana), coroas múltiplas unidas (ponte fixa), facetas de porcelana.   

 

B) Prótese Dentária Móvel:    Prótese dentária móvel é a prótese dentária feita para que possa ser removida da boca sempre que o usuário desejar. Existem dois tipos de prótese dentária removível: A prótese total, popularmente conhecida como dentadura e a prótese parcial removível. Atualmente, a prótese parcial removível pode ser confeccionada de duas maneiras:   

 

Prótese dentária removível convencional: com estrutura metálica e resina acrílica rígida - é a prótese parcial removível convencional, cujos dispositivos de fixação são confeccionados em metal. A estrutura metálica oferece maior resistência à prótese mas, em contrapartida, perdem um pouco no resultado estético.   

 

Prótese flexível ou flex (conhecida, popularmente, como prótese dentária de silicone): sem estrutura metálica e com resina modificada. Os dispositivos de fixação (grampos) são confeccionados com a própria resina modificada e sem metal, na cor da gengiva, o que confere a ela um resultado estético maior quando comparada à prótese parcial removível convencional.  

Para saber detalhadamente como cuidar bem e limpar sua prótese móvel, confira nossas dicas clicando aqui. 

 

 

C) Prótese dentária sobre Implante:    A prótese dentária sobre implante é a prótese dentária que utiliza o implante dentário (dispositivo instalado cirurgicamente que serve com raiz artificial) como forma de fixação na boca do usuário. Existem, de forma resumida, 4 tipos de prótese sobre implante:   

 

Coroa unitária sobre implante: trata-se de um único dente artificial que é instalado de forma fixa sobre o implante dentário.   

 

Coroas múltiplas unidas: semelhante à ponte fixa convencional (fixadas sobre dentes); tem como diferencial o fato de ser fixada sobre implantes dentários.   

 

Prótese protocolo (protocolo de implantes): é uma prótese dentária semelhante à prótese total ou dentadura (ou seja, repõe todos os dentes de uma arcada), mas não é removível da boca do usuário, ficando fixa sobre implantes dentários. Justamente por ser fixa sobre implantes, a prótese protocolo superior não necessita de palato (céu da boca), enquanto que a prótese total ou dentadura superior convencional precisa recobrir o céu da boca para obter apoio.   

 

Prótese overdenture: é uma prótese total convencional ou dentadura, que tem como diferencial a forma de fixação na boca. A overdenture continua sendo uma prótese móvel, porém, sua fixação é bem mais forte em relação à prótese total convencional ou dentadura, pois se vale de dispositivos que se prendem a implantes dentários. Existem dois tipos de dispositivo para sua fixação: modelo barra-clip, onde a barra é instalada sobre os implantes dentários e o clip, instalado na prótese. Neste caso, a prótese é clipada na barra, oferecendo maior fixação da prótese na boca do usuário. Um segundo modelo é o chamado oring, onde é instalado um encaixe macho nos implantes dentários e encaixes fêmea na prótese. Dessa forma, a prótese é abotoada ficando com uma maior fixação.

Para indicar a melhor prótese dentária para você, o dentista deve fazer um exame bem criterioso das condições da sua boca e, além disso, deve se dedicar a conhecer bem quais as características exclusivas que apenas você tem: quais os seus gostos pessoais, quais os seus desejos e receios. O conhecimento desses detalhes sobre você é decisivo para que os resultados sejam os melhores possíveis para a sua realidade.