Procedimentos de extrações dentárias e outros tipos de Cirurgia Oral Menor são realizados em nossa clínica odontológica com indicação e planejamento precisos após cuidadosos exames

 

Os atendimentos costumam ser bastante simples e ágeis, com foco no seu conforto, tranquilidade e bem-estar em todo o momento, e a recuperação costuma ser rápida, sem necessidade de longos períodos de afastamento das atividades rotineiras.

​Em nossa equipe, dentistas especialistas em Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Faciais realizam os serviços do tipo Cirurgia Oral Menor tais como:

 

Tudo é muito bem pensado para você sorrir o mais rapidamente possível!

Saiba as respostas de perguntas frequentes sobre extração de dente do siso:

Dente do siso é o nome dado aos dentes terceiros molares. Os dentes do siso são os últimos dentes a surgirem na boca e ficam localizados no final das arcadas dentárias superior e inferior. Por nascerem em idade mais avançada (entre os 16 e 25 anos de idade aproximadamente), os dentes do siso também são conhecidos como dente do juízo.

Normalmente, cada pessoa possui 4 dentes do siso: 2 na região superior e 2 na região inferior, sendo o último dente em cada lado da boca.

A expressão siso inflamado é muito comum para descrever a dor no dente do siso. De fato, em muitos casos de dor no siso, a dor vem de um processo inflamatório na gengiva ao redor do dente, conhecido como pericoronarite. A automedicação é desaconselhada, pois isso pode acabar mascarando os sintomas e dificultar o correto diagnóstico e tratamento para a dor no dente siso. A medida correta é sempre procurar seu dentista o mais rapidamente possível para tratar o dente do siso não somente no alívio dos os sintomas, mas, também, agindo na verdadeira causa da inflamação do dente do siso.

Apesar de ser uma ideia muito difundida, a extração dos dentes do siso não é uma obrigatoriedade para todas as pessoas. Muitas pessoas podem viver normalmente com os dentes do siso, sem problema algum. O que acontece é que, muitas vezes, os dentes do siso não encontram espaço suficiente na boca para nascer de forma adequada, causando situações desagradáveis, que podem prejudicar a saúde e, por isto, indica-se a sua remoção.

A principal indicação para a extração do dente do siso ocorre quando ele está semi-incluso ou impactado (confira o significado desses nomes em itens a seguir). Quando o dente siso está impactado, existe a indicação de remoção quando é constatado que o dente do siso está pressionando o dente vizinho, já que essa condição pode causar prejuízos ao dente pressionado como, por exemplo, reabsorção de sua raiz. Nos casos em que o dente do siso está semi-incluso, a extração do dente do siso tem sua indicação, pois, na maioria das vezes, a gengiva recobre parte do dente, dificultando sua higienização: essa condição facilita o acúmulo de restos alimentares e de bactérias na região, gerando inflamações gengivais, dor e mau hálito. A dificuldade de higienização nesses casos também pode favorecer o surgimento de cárie no dente do siso e no dente vizinho a ele. Outra indicação seria por motivos ortodônticos, quando não há espaço para a correta movimentação dos dentes com os aparelhos.

O número de dentes do siso que podem ser extraídos de uma única vez depende da situação de cada indivíduo. Cada caso deve ser avaliado de forma individual pelo profissional para que o procedimento seja feito da forma mais confortável possível para o paciente, tanto durante a cirurgia, quanto no período pós-operatório. Não há regras fixas e existem casos em que é possível realizar a remoção dos 4 dentes do siso em uma única cirurgia, entretanto, a extração por etapas (isto é, não remover os quatro em uma uníca sessão) costuma trazer mais tranquilidade e conforto no período de recuperação.

Quando o dente do siso não encontra espaço adequado na boca para nascer, pode ficar numa posição inclinada, dentro do osso ou fora do osso, mas sem romper a gengiva (sem aparecer na boca, sendo possível de ser visto apenas em exames como radiografias ou tomografias computadorizadas). Neste caso, dizemos que o dente do siso está incluso (siso incluso).

O dente do siso está semi-incluso quando já rompeu a gengiva (é possível ver parte do dente aparecendo na boca), mas, por não possuir espaço suficiente na boca, não consegue nascer completamente.