top of page
  • YOKOTA & XAVIER Odontologia

Prótese sobre Implante: o que é? Há diferença de próteses com implantes?

Olá, sou dra Tathy Xavier, dentista (CROSP 90374) e sócia-fundadora da clínica Yokota & Xavier Odontologia. Ao longo de muitos anos utilizando implantes e próteses dentárias para transformar centenas de vidas, tenho percebido que muitas pessoas demoram para iniciar o próprio tratamento porque têm dúvidas sobre o que é melhor para elas naquele momento.


Uma das dúvidas mais comuns que essas pessoas nos contam e que você deve ter também é: qual é a diferença entre prótese e implante dentário? Aqui, já adianto para você uma informação importante: existem tratamentos com apenas próteses dentárias, ou seja, próteses utilizadas sozinhas; por outro lado, também existem tratamentos que combinam prótese com implante, de modo que o implante nunca é usado sozinho, isto é, o implante dentário nunca é usado sem uma prótese sobre implante.



Até aqui, você pode estar se perguntando: se tanto o implante quanto a prótese são usados para substituir dentes perdidos, então, qual a diferença entre implante e prótese?


Para explicar essa diferença para você e, ainda mais, explicar o que são as próteses sobre implantes dentários, vou começar contando a seguir como são as próteses dentárias comuns, que podem ser usadas sozinhas, isto é, sem implantes, para que você possa compreender bem o raciocínio. Confira a seguir.



As próteses dentárias fazem papel de dente artificial e são boas aliadas para melhorar o sorriso, fala e a mastigação. Elas são usadas tanto em casos de dentes naturais muito destruídos (quando elas são utilizadas para reconstruir esses dentes), quanto em casos de dentes perdidos (quando elas são usadas para substituir totalmente o dente ausente).


Você, provavelmente, já ouviu falar sobre existirem muitos tipos de próteses dentárias: prótese fixa, prótese removível, prótese total (ou dentadura), apenas para citar alguns exemplos. De modo bem resumido, as próteses fixas são aquelas que ficam coladas na boca de forma que o usuário não consegue removê-la no dia a dia, enquanto as próteses móveis (prótese removível e prótese total ou dentadura) são aquelas que o próprio usuário consegue tirar da boca para dormir ou higienizar a prótese e, depois, recolocá-la na sua posição na boca novamente. Enquanto as próteses fixas são coladas sobre dentes naturais, as próteses móveis, por sua vez, são apoiadas principalmente em gengiva/osso (alguns casos também têm apoio em dentes naturais, ao mesmo tempo que utilizam gengiva e osso para suporte).


Até agora, você percebeu que as próteses comuns, que podem ser usadas sozinhas no tratamento, são do tipo fixa ou móvel e são apoiadas em dentes naturais e/ou gengiva/osso, correto? A partir daqui, você vai compreender o que são os implantes:



Quando você observa um dente natural na boca, na verdade, você está enxergando apenas uma parte dele: a coroa, que é a porção do dente exposta na boca porque fica fora da gengiva/osso. Existe uma parte do dente natural que fica invisível na boca, pois está dentro da gengiva/osso e você não consegue enxergar, que é a raiz do dente natural. A raiz do dente natural totalmente dentro do osso, isto é, totalmente invisível na boca, é o que mantém o dente firme, sem mobilidade.


Assim como as raízes dos dentes naturais, os implantes dentários são dispositivos que também ficam totalmente dentro do osso, invisíveis na boca e, por isto, você não é capaz de enxergar um implante já instalado. Eles são feitos, mais comumente, de titânio (um tipo de metal).


Como o implante não fica visível na boca, mas sim, totalmente dentro do osso, você deve estar se perguntando: como melhorar a mastigação, o sorriso e a fala de alguém utilizando os implantes? E a resposta para isto é a informação que eu lhe falei logo no começo deste texto: o implante dentário nunca é utilizado sozinho, mas sempre com uma prótese sobre implante.


O que é Prótese sobre Implante Dentário e qual a diferença entre Prótese e Implante?


Quando se fala em tratamento com implante dentário, obrigatoriamente, estamos falando de um conjunto formado pelo implante e a prótese sobre implante. O implante dentário faz o papel de raiz de dente artificial e fica totalmente dentro do osso, invisível na boca, e quem faz o papel do dente artificial é a prótese sobre implante. Isto significa que, quando há implantes instalados na boca, os dentes artificiais que você enxerga, são, na verdade, as próteses sobre implantes, e é a prótese sobre implante que participa na mastigação, fala e sorriso, enquanto o implante dentário desempenha o papel de suporte da prótese.



Para falar em tipos de prótese sobre implante, quando se trata de apenas um dente ausente, pode ser possível fazer a reabilitação com um único implante suportando uma coroa protética (prótese fixa unitária sobre implante); em casos de mais dentes perdidos, a reabilitação pode contar com variado número de implantes distribuídos para suportar uma prótese de maior extensão, como é o caso dos chamados protocolos de implantes ("prótese protocolo" ou "prótese fixa protocolo"). O material da prótese sobre implante pode ser resina ou cerâmica (porcelanas, zircônia), a depender de cada caso particular.


Como é feito o tratamento com prótese sobre implante dentário?


Você viu, até aqui, que o tratamento com implantes dentários envolve o conjunto implante e prótese. Sendo assim, quando uma pessoa realiza tratamento com implante dentário, certamente, ela passa por uma etapa de instalação do implante dentário, chamada "fase cirúrgica", e pela etapa de instalação da prótese sobre implante, chamada de "fase protética”, para que ela possa, de fato, mastigar, falar e sorrir com os dentes artificiais aparecendo na boca.


A cirurgia de instalação conduzida por um bom profissional especialista é indolor, feita no próprio consultório dentário com anestesia local. A recuperação após a cirurgia costuma ser rápida e tranquila quando são seguidas todas as recomendações de cuidados passadas pelo dentista.


A instalação da prótese sobre o implante é feita após alguns meses (cerca de 04 meses para a arcada inferior e 06 meses para a arcada superior). Este período é necessário para que o implante possa grudar no osso e ficar bem firme, que é o processo chamado de osseointegração. Em algumas situações bem específicas, isto é, menos comuns e com indicação precisa do dentista, uma prótese provisória já pode ser instalada sobre o implante mais rapidamente, e fica em posição enquanto é aguardado o período de osseointegração para instalar a prótese definitiva: este tipo de prótese instalada antes do processo de osseointegração é chamada de prótese sobre implante com carga imediata.


Em qualquer situação, o que mais conta para o sucesso do tratamento com prótese sobre implantes é um criterioso planejamento por um profissional especialista em Implantodontia (Implantodontista, que é o Dentista Especialista em Implantes Dentários e Prótese sobre Implantes) muito bem formado, cuidadoso e experiente. Ao fazer o planejamento, este profissional deve dedicar seu tempo e máxima atenção a informações de exames detalhados e aos desejos e limitações do paciente de forma individualizada. Desta forma, o profissional pode colocar na boca do paciente implantes em número e posição corretos para que possa ser confeccionada, posteriormente, uma prótese personalizada, exclusiva, que seja capaz de devolver a segurança para falar, sorrir e mastigar.

Espero que estas informações tenham sido úteis para você!


Clique no link abaixo para ser atendido pelo nosso time de especialistas:




Este artigo tem objetivo de divulgar informações sobre tópicos gerais de odontologia e saúde oral. Seu conteúdo não substitui a orientação, o diagnóstico nem o tratamento com profissional especializado. Quaisquer dúvidas que você tenha sobre tratamentos, sinais ou sintomas de doenças devem ser sempre esclarecidas com seu dentista, médico ou outro profissional especializado.


Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page