top of page
  • YOKOTA & XAVIER Odontologia

Minha gengiva sangra, devo diminuir a escovação?



Uma crença muito comum e bastante prejudicial é a de que, quando a gengiva está sangrando, devemos reduzir a escovação e uso de fio dental na região até que o sangramento pare, pelo medo que existe de a higienização ajudar a aumentar o sangramento gengival.


Para evitar que você também tenha esse receio e que quadros de sangramento gengival se agravem, vamos, primeiro, explicar qual a causa do sangramento de gengiva.


O sangramento que observamos é produto de uma reação de defesa da gengiva contra algum agente agressor, e essa reação de defesa é chamada reação inflamatória. A presença de sujeira ou placa bacteriana nas superfícies dos dentes próximas à gengiva é a causa mais comum das inflamações gengivais, que se iniciam como um quadro chamado gengivite. Neste momento inicial, ainda na fase de gengivite, a gengiva fica inchada (parece que os dentes ficam “menores”), avermelhada, lisa ou brilhante e ocorrem sangramentos durante a escovação, uso do fio dental ou ao morder alimentos mais duros. Em quadros mais avançados de doença gengival, quando a causa da inflamação, que é a placa bacteriana, não é removida, o osso onde o dente está inserido também desenvolve resposta inflamatória e é reabsorvido, o que resulta em “dentes moles”, num quadro chamado periodontite, quando o dente perde o suporte ósseo.


Ainda na fase de gengivite, o quadro é reversível quando a placa bacteriana é removida e a limpeza mantida, pois os teci