tratamento de canal, dentista que faz canal, dentista especialista em canal, especialista em tratamento de canal, especialista em canal dente; Tratamento de canal Zona Leste, Tratamento de canal Vila Matilde, Tratamento de canal Penha, Tratamento de canal Tatuapé, Tratamento de canal SP, Tratamento de canal São Paulo; Dentista que faz canal Zona Leste, Dentista que faz canal Vila Matilde, Dentista que faz canal Penha, Dentista que faz canal Tatuapé, Dentista que faz canal SP, Dentista que faz canal São Paulo; Especialista em canal Zona Leste, Especialista em canal Vila Matilde, Especialista em canal Penha, Especialista em canal Tatuapé, Especialista em canal SP, Especialista em canal São Paulo; Especialista em tratamento de canal Zona Leste, Especialista em tratamento de canal Vila Matilde, Especialista em tratamento de canal Penha, Especialista em tratamento de canal Tatuapé, Especialista em tratamento de canal SP, Especialista em tratamento de canal São Paulo

Saiba mais sobre tratamento de canal:

O tratamento de canal dentário é um procedimento realizado pelo dentista. Normalmente, o dentista que trata canal é especialista em Endodontia (endodontista, também conhecido popularmente como “dentista especialista em tratamento de canal” ou “dentista especialista em canal”). O dentista que faz canal acessa a parte mais interna do dente, onde fica a polpa dentária ou “nervo do dente” e, utilizando instrumentos especiais, o dentista remove a polpa danificada, limpa bem a região e fecha bem o espaço logo em seguida. Todo o procedimento de tratamento de canal é feito de forma indolor, com anestesia local. Logo após a conclusão do tratamento de canal, o dente pode ser reabilitado para voltar a mastigar.

O tratamento de canal dentário é indicado como uma alternativa segura e com grandes chances de sucesso para evitar que o dente seja perdido quando existe um dano irreversível na polpa dentária ou “nervo do dente”. O dano irreversível na polpa pode ser causado, por exemplo, por ação de bactérias (como ocorre em dente que tem lesão de cárie em estágio avançado) ou traumas (como fraturas do dente por batidas ou quedas). Nesses casos de dano irreversível à polpa, o dentista que trata canal (normalmente, o dentista especialista em Endodontia, conhecido como “dentista especialista em tratamento de canal”) deve acessar a parte mais interna do dente, onde fica a polpa dentária, removê-la, limpar bem a área e fechar o dente para que não haja contaminações.

Batidas muito fortes no dente, fraturas no dente, dores muito fortes, dor pulsátil, sensibilidade a temperaturas frias ou quentes, saída de pus do dente, surgimento de bolinhas de pus na gengiva (bolhas ou fístulas), inchaço na gengiva ou no rosto são alguns dos sinais e sintomas que indicam a necessidade de comparecer à clínica do dentista para que ele realize exames e testes que indicam qual o estado da polpa dentária (nervo do dente). Quando os exames e testes indicam que a polpa dentária tem um dano irreversível, o tratamento de canal pode ser indicado como uma alternativa quando o dente pode ser mantido na boca e reabilitado em vez de extraído (a extração é indicada quando o dente não tem condições de ser mantido na boca). É importante destacar que nem sempre a necessidade de tratamento de canal é acompanhada de dor, fratura e saída de pus: existem casos em que a polpa já está necrosada dentro do dente sem a percepção de nenhum sintoma ou sinal pelo paciente, e isso destaca a importância da visita frequente ao dentista, pois o adiamento do tratamento de canal pode permitir aumento dos danos no dente, o que pode levá-lo a uma situação em que o dente não pode mais ser mantido em boca e, até mesmo, ocasionar prejuízos em outras áreas do corpo por conta da ação das bactérias que se encontram dentro do dente infectado.

Todo o procedimento de tratamento de canal é feito com anestesia local e são dadas orientações ao paciente para que o pós-operatório seja bastante tranquilo e a recuperação rápida. Isto significa que, comumente, o procedimento de tratamento de canal é indolor e, quando todas as recomendações de cuidados pós-operatórios dadas pelo dentista são seguidas, as atividades rotineiras podem ser executadas normalmente.