• YOKOTA & XAVIER Odontologia

Dente com canal tratado pode ficar fraco?


Quando alguém recebe a notícia de que precisa fazer tratamento de canal, surgem muitas dúvidas. Algumas das mais comuns são se o tratamento de canal enfraquece o dente ou se é possível acontecer fratura de dente com canal tratado. Não é raro, por isto, ouvirmos as seguintes perguntas a que vamos responder neste texto: "dente com canal tratado pode ficar fraco?"; "dente com canal tratado pode quebrar?", "é comum ter dente fraturado após tratamento de canal?"; "como evitar a fratura de dente com canal tratado?". Confira as respostas a seguir.


O que significa tratamento de canal?


Tratamento endodôntico ou, simplesmente, “tratamento de canal”, consiste no tratamento da parte interna do dente, onde fica a polpa dentária, que é conhecida popularmente como “nervo do dente”. Esse tipo de tratamento é indicado quando a polpa dentária sofreu danos irreparáveis e já não pode mais ser mantida dentro do dente, mas sim, deve ser removida e seu espaço bem limpo e bem fechado para que não haja futuras contaminações.


Normalmente, os danos irreparáveis à polpa dentária ocorrem por traumas (como batidas fortes, fraturas) ou ação de bactérias em cavidades de cárie em estágio avançado.


Assim, tratamento de canal é um procedimento seguro e feito, na maioria das vezes, como uma alternativa à extração dentária. Isto significa que, em grande parte das vezes, o objetivo do tratamento de canal é preservar o dente que sofreu grande destruição causada por cárie ou fratura, mas que que ainda possui porção calcificada externa suficiente para ser reabilitado e continuar funcionando na boca.


Tratamento de canal enfraquece o dente?


Não há um consenso, dentro dos estudos já realizados sobre o tema, se o tratamento de canal, sozinho, é realmente o responsável pela fratura do dente com canal tratado.


O que é consenso é que, como vimos logo acima, o tratamento de canal é indicado quando a polpa dentária foi danificada de forma irreparável. Os danos irreparáveis à polpa costumam ocorrer em situações em que a parte calcificada e endurecida mais externa do dente também já foi bastante destruída pela mesma causa.


Portanto, na grande maioria das vezes, o dente que tem a indicação para fazer o tratamento de canal já está fragilizado porque já perdeu bastante estrutura calcificada antes do tratamento de canal. Sendo assim, entre todos os dentes que passam por tratamento de canal, uma grande parte deles já está fragilizado e tende a se fraturar se nada for feito para prevenir a fratura, independentemente da ação do tratamento de canal.


Ainda nos casos em que o dente sofreu grande destruição, a extração do dente é o último recurso terapêutico a ser indicado, uma vez que a perda de um dente pode trazer diversas consequências negativas para a mastigação e aparência da face como um todo. O tratamento de canal, por outro lado, deve ser indicado sempre que houver chances de o que sobrou do dente sadio ser reabilitado e voltar a funcionar no sorriso, fala e mordida, e é fundamental que esse remanescente dentário seja protegido contra futuras fraturas, como será explicado a seguir.


Como evitar a fratura de dente com canal tratado?


Como você viu, grande parte dos dentes que passam por tratamento de canal já está fragilizada devido à destruição de toda a sua estrutura desde antes do tratamento de canal e, por isto, tende a se quebrar.


A principal causa da fratura de dentes após o tratamento de canal é relacionada a não proteger os dentes de forma adequada pela sua parte mais externa, que seja capaz de minimizar as chances de fratura nesse dente com canal tratado. A proteção do dente contra fraturas ocorre por meio da sua reabilitação, por exemplo, com confecção de prótese dentária, de forma que o tipo de reabilitação deve levar em conta o quanto de estrutura dentária foi perdida.


Outra causa de fratura de dente com canal tratado é a falta de ajuste da mordida, chamado de ajuste oclusal: o dente pode ficar “alto” logo após a sua reabilitação ser feita (com "prótese alta", por exemplo) ou, também, conforme mudam as forças incidentes sobre o dente ao longo do tempo de uso na mastigação, o que pode levar a uma concentração de força e, consequentemente à fratura do dente.


Quando o dente com ou sem canal tratado se fratura, é necessário que o dentista avalie quais estruturas foram comprometidas pela quebra do dente. Com essa avaliação, é possível saber se o dente poderá ser reabilitado e ainda mantido na boca ou se ele deverá ser extraído.


Espero que as informações colocadas aqui tenham sido úteis a você. Se desejar entrar em contato com nossa equipe, clique no botão abaixo:





- Saiba mais sobre tratamento de canal

- Quem somos nós

- Nossos contatos

Este artigo tem objetivo de divulgar informações sobre tópicos gerais de odontologia e saúde oral. Seu conteúdo não substitui a orientação, o diagnóstico nem o tratamento com profissional especializado. Quaisquer dúvidas que você tenha sobre tratamentos, sinais ou sintomas de doenças devem ser sempre esclarecidas com seu dentista, médico ou outro profissional especializado.


YOKOTA & XAVIER Odontologia CROSP: 23.437 - Resp téc: Dr Douglas Yokota, CROSP 91.743 Dentistas - Clínica Odontológica - São Paulo - SP

Posts Relacionados

Ver tudo