• YOKOTA & XAVIER Odontologia

Dentista para quem tem medo: O que fazer se você tem medo de dentista?


Se você tem medo de dentista, provavelmente, está no grupo de pessoas que passa anos segurando para si muitas dores e diversos incômodos, além de acumular dúvidas sobre o que fazer sempre que nota qualquer alteração na sua boca.


Ao longo do tempo, o medo de ir ao dentista faz com que você não receba os devidos cuidados e a sua insegurança para sorrir e mastigar vai afetando de forma muito impactante a sua confiança para se relacionar com as pessoas, para aproveitar oportunidades de trabalho e vai destruindo sua autoestima. Assim, ao longo dos últimos anos, a pergunta sobre "como perder o medo de dentista" tem sido inevitável para você, não é mesmo?


Se você tem evitado ir ao dentista por medo e isso tem causado a você tantos efeitos negativos na sua vida, saiba que seguir as próximas dicas pode tornar suas consultas muito mais tranquilas e transformar sua vida radicalmente daqui para frente.


Medo de dentista, o que fazer:


1) Escolha o dentista


Tudo deve começar pela escolha de uma equipe de dentistas com quem você consiga se conectar. A escolha da equipe deve ser por profissionais dentistas muito experientes, acolhedores, gentis, atenciosos, que tenham o hábito de se dedicar a conhecer as suas particularidades e tranquilidade para responder a todas as suas perguntas e explicar bem os procedimentos. Você deve saber que conhecer você muito bem é a base para o profissional dentista possa planejar uma abordagem exclusiva, adaptada exatamente para as necessidades que só você tem. É fundamental que o dentista permita que você esclareça todas as suas dúvidas e ajude você a entender bem como você pode participar do tratamento para que você alcance os melhores resultados possíveis.



2) Fique sempre perto do dentista


A ideia de que você garante mais conforto e tranquilidade quanto mais longe fica do dentista é enganosa. Saiba que evitar ir ao dentista é um dos principais fatores de risco para o surgimento de novos problemas bucais e agravamento deles, veja por quais razões:


  1. A ausência de procedimentos de prevenção (como a limpeza profissional ou remoção do tártaro logo no início de sua formação), favorece o acúmulo de sujeira na boca, o que facilita o surgimento de lesões de cárie e doenças gengivais;

  2. No caso da cárie, uma lesão ainda no seu início, com tamanho pequeno, exige, em grande parte das vezes, que o tratamento seja feito com uma pequena restauração no dente. Quando o tratamento da cárie não é realizado imediatamente, a lesão de cárie pode evoluir para um quadro que necessite de tratamento de canal (por atingir a região mais interna do dente) e de reabilitação com uma prótese pequena (como uma coroa protética, por exemplo). Nesta situação mais avançada, apenas a pequena restauração não será, portanto, suficiente para tratar a lesão;

  3. Ainda, se o tratamento de canal e reabilitação com prótese pequena também não forem feitos o mais rapidamente possível, o dente pode ser danificado até um ponto em que ele não pode mais ser reabilitado com esses procedimentos e precise ser, por isto, extraído. Assim, a substituição do dente perdido deve se dar, agora, com um implante ou uma prótese maior.


Para você que tem medo de ir ao dentista, ir a consultas periódicas preventivas e corrigir problemas logo no início do aparecimento permitem ter consultas mais tranquilas e mais rápidas. Confira como:

  • Em uma situação com ausência de dores e limitações de atividades diárias, a ida voluntária no melhor horário escolhido por você mesmo interfere minimamente nas suas outras tarefas cotidianas como trabalho/escola/faculdade, o que gera menos preocupações adicionais. Bem antes do surgimento de uma pequena lesão de cárie ou de qualquer problema gengival, você tem a chance de se planejar e escolher o seu melhor momento dentro de sua rotina para ir ao consultório do dentista;

  • As consultas preventivas periódicas, geralmente, envolvem a realização de procedimentos bem simples como limpeza profissional, remoção de pequena quantidade de tártaro, orientação de técnicas de higiene e manutenção de tratamentos realizados anteriormente (para prolongar sua durabilidade). Isto significa que elas costumam ser mais rápidas e não gerar dor ou ansiedade;

  • Quando um problema bucal surge, quanto mais cedo ele é tratado, maiores são as chances de os procedimentos necessários serem mais conservadores, mais rápidos, mais simples e, inclusive, serem menos custosos do ponto de vista financeiro.


Portanto, para quem tem medo de dentista, as melhores dicas sobre o que fazer são: 1) escolher uma equipe de dentistas acolhedores e experientes, que se dediquem a personalizar o seu atendimento e fazer com que você saiba se cuidar; 2) ao contrário de evitar ir ao dentista, você deve manter contato frequente com a equipe e ir a consultas periódicas para realizar procedimentos mais simples e rápidos, com foco em prevenção, resolução dos problemas logo no início e manutenção dos resultados já obtidos.


Com essas dicas, sua experiência no dentista será muito mais confortável e os resultados obtidos serão muito mais gratificantes para você. Pouco a pouco, seu receio irá diminuindo e você terá condições de se relacionar com pessoas, mastigar e aproveitar oportunidades na sua vida da maneira que você merece.


Esperamos que essas dicas sejam úteis para que você e que você dê seu primeiro passo para iniciar sua transformação.


Clique no link abaixo para ser atendido pelo nosso time de especialistas:


Agendar por WhatsApp 11 94800-7313


- Saiba tudo sobre Próteses Dentárias

- Saiba mais sobre estética do sorriso

- Quem somos nós

- Nossos contatos


Este artigo tem objetivo de divulgar informações sobre tópicos gerais de odontologia e saúde oral. Seu conteúdo não substitui a orientação, o diagnóstico nem o tratamento com profissional especializado. Quaisquer dúvidas que você tenha sobre tratamentos, sinais ou sintomas de doenças devem ser sempre esclarecidas com seu dentista, médico ou outro profissional especializado.


YOKOTA & XAVIER Odontologia CROSP: 23.437 - Resp téc: Dr Douglas Yokota, CROSP 91.743 Dentistas - Clínica Odontológica - São Paulo - SP

Posts Relacionados

Ver tudo