• Yokota Odontologia

Como ter experiências tranquilas no dentista?



Muitas pessoas têm medo de ir ao dentista por motivos diversos e acabam, por isto, não recebendo os devidos cuidados de que necessitam para sorrir com segurança, comer com prazer e se relacionar com mais confiança nas vidas pessoal e profissional.


Se o receio de ter experiências ruins no consultório do dentista está causando efeitos negativos em tantas áreas da sua vida, seguir algumas dicas pode tornar as consultas muito mais tranquilas e transformar sua realidade daqui para frente.


Tudo deve começar pela escolha de um profissional com quem você consiga se conectar. É fundamental você esclarecer todas as suas dúvidas e entender bem como você pode participar para que o tratamento tenha os melhores resultados possíveis. A escolha deve ser por um profissional muito experiente, gentil, atencioso, que tenha o hábito de se dedicar a conhecer as suas particularidades e tranquilidade para responder a todas as suas perguntas e explicar os procedimentos. Saiba que conhecer você muito bem é a base para o profissional planejar uma abordagem exclusiva, adaptada exatamente para as necessidades que só você tem. E as dicas não param por aqui.


Para transformar sua realidade, a dica mais valiosa de todas se baseia no entendimento de que evitar ir ao dentista é um dos principais fatores de risco para o surgimento de novos problemas bucais e agravamento deles. Isto significa que a ideia de que você garante mais conforto e tranquilidade quanto mais longe fica do dentista é enganosa. Pense comigo por meio da seguinte sequência de acontecimentos:


1) A ausência de procedimentos de prevenção (como a simples limpeza profissional ou remoção do tártaro logo no início de sua formação), favorece o acúmulo de sujeira na boca, o que facilita o surgimento de lesões de cárie e doenças gengivais.


2) No caso da cárie, uma lesão ainda no seu início, com tamanho pequeno, exige, em grande parte das vezes, que o tratamento seja feito com uma pequena restauração no dente. Quando o tratamento não é realizado imediatamente, a lesão de cárie pode evoluir para um quadro que necessite de tratamento de canal (por atingir a região mais interna do dente) e de reabilitação com uma prótese pequena (como uma coroa protética, por exemplo). Nesta situação mais avançada, apenas a pequena restauração não será, portanto, suficiente para tratar a lesão.


3) Ainda, se o tratamento de canal e reabilitação com prótese pequena também não forem feitos o mais rapidamente possível, o dente pode ser danificado até um ponto em que ele não pode mais ser reabilitado com esses procedimentos e precise ser, por isto, extraído. Assim, a substituição do dente perdido deve se dar, agora, com um implante ou uma prótese maior.


Por meio desse raciocínio, você consegue perceber que:


  • Bem antes do surgimento da pequena lesão de cárie ou qualquer problema gengival, a pessoa tem a chance de se planejar e escolher o melhor momento dentro de sua rotina para ir ao consultório do dentista. Em uma situação com ausência de dores e limitações de atividades diárias, a ida voluntária no melhor horário escolhido por ela mesma interfere minimamente nas suas outras tarefas cotidianas como trabalho/escola/faculdade, o que gera menos preocupações adicionais;

  • As consultas preventivas periódicas, geralmente, envolvem a realização de procedimentos bem simples como limpeza profissional, remoção de pequena quantidade de tártaro, orientação de técnicas de higiene e manutenção de tratamentos realizados anteriormente (para prolongar sua durabilidade). Isto significa que elas costumam não gerar dor ou ansiedade e ser rápidas;

  • Quando um problema bucal surge, quanto mais cedo ele é tratado, maiores as chances de os procedimentos necessários serem mais conservadores, mais rápidos, mais simples e, inclusive, serem menos custosos do ponto de vista financeiro.


Fica evidente, até aqui, que a maneira mais eficiente de manter uma boa saúde bucal de forma tranquila e confortável consiste em manter contato constante com o seu dentista para realizar prevenção e resolver os problemas que surgem logo no seu início.


Na medida em que você tem uma bom dentista por perto para dar orientação sobre como se cuidar no seu dia a dia, para complementar sua higiene diária com procedimentos preventivos simples em consultório, para tratar eventuais problemas ainda no seu estágio inicial e fazer tudo de forma personalizada para você, levando em consideração todas as suas características únicas, a sua experiência no consultório odontológico tende a ser muito mais confortável e, os resultados, muito mais gratificantes. Pouco a pouco, seu receio vai diminuindo e você tem a oportunidade de sorrir da maneira que você merece.


Para lhe auxiliar a iniciar sua transformação, você pode conferir mais dicas valiosas de higiene e prevenção clicando aqui.


Grande abraço da nossa EQUIPE!

Este artigo tem objetivo de divulgar informações sobre tópicos gerais de odontologia e saúde oral. Seu conteúdo não substitui a orientação, o diagnóstico nem o tratamento com profissional especializado. Quaisquer dúvidas que você tenha sobre tratamentos, sinais ou sintomas de doenças devem ser sempre esclarecidas com seu dentista, médico ou outro profissional especializado.